quarta-feira, 4 de julho de 2018

NAVEGANDO PELO DOURO ! RIO DE INFINITOS !

         
                                   A PROPÓSITO DO RIO DOURO

 UM POEMA  DA MINHA AMIGA DRª TERESA ALMEIDA SUBTIL DO LIVRO COM O NOME , RIO DE INFINITOS OU NÃO FOSSE ELA RAIANA, NATURAL DE LAGOAÇA-FREIXO DE ESPADA À CINTA.


                                                               RAIANA



 Porque és meu,
 
   Mergulho, em jeito de raiana,e abraço-te

   Em todas as latitudes. Descubro as línguas

   que  te adulam, e te emolduram

    na filigrana mais requintada.

    Balanço-me nas palavras que te envaidecem
 
    e nas margens que reverdecem
 
     de esgares  emoções. Sinto-me amada.

     Ultrapasso-me e deixo a modéstia e o consensual
   
     para te ser  desregrada, palavra carnal.

      Não sei se és leito, ventre, foz, partida ou chegada.

      Em ti sou estrada, caminho balançado. Balançado sempre.

      O mais belo bailado, a melodia que me embriaga.

      Sem ti não sou nada. Porque és meu

      desde que me conheço e te beijo

      que sonho dizer-te

      mais do que alguém  te confessou.

      A minha grandeza só é tamanha

      porque és meu-DOURO LINDO !


      ISAIAS CORDEIRO




Sem comentários:

Enviar um comentário