quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

CASTELO BRANCO-MOGADOURO-FIGURAS ALBICASTRENSES



           ANTÓNIO AMARAL FERREIRA AFONSO

                               ALBICASTRENSE VITIMA DE ACIDENTE AÉREO EM 1960

- António Amaral Ferreira Afonso nasceu na Rua de Santo António nesta freguesia de Castelo Branco Concelho de Mogadouro a cinco de Dezembro de mil novecentos e trinta e sete, filho de Raul do Nascimento Afonso de trinta e cinco anos e Maria da Conceição Pardal Ferreira de trinta e dois anos, era neto paterno de Bernardino José Afonso e Maria Augusta Ferreira, e materno de Adelina da Conceição Pardal. Foram testemunhas do registo de nascimento Mário Henrique Roxo, funcionário público e Júlio Amarelo, Advogado ambos residentes na Vila de Mogadouro.

António Amaral junto de um Avião T33
Consta no seu registo de nascimento, o averbamento com o registo nº 487 que faleceu ás vinte e três horas do dia 16 de Agosto de 1960 vitima de acidente aéreo na serra de Alvaiázere aos 23 anos de idade. Os Albicastrenses, sobretudo os mais idosos sabem deste acidente pois alguns dias antes aqui veio onde foram efectuadas algumas passagens baixas sobre as Eiras Novas onde seu pai tinha instalada a Tramagal debulhando o cereal que ali abundava nesses tempos.

Esta comunidade pouco soube de pormenores do acidente e a família pouco divulgou pelo luto do seu ente mas certamente tiveram acesso ao relatório como é natural em todos os casos em mortes desta natureza. Sempre por cá se disse que falecera na serra de Sintra num acidente de avião. Realmente a morte foi em acidente com uma aeronave, não existe informação especifica e o dia do acidente não converge com os registos, quanto ao local não corresponde á verdade como acima já fiz referência. Pela pesquisa e recolha de elementos junto de Instituições, de antigos camaradas da Aviação e outros foi possível obter alguma informação que melhora o conhecimento dos factos da morte do António Amaral.
A informação abaixo descrita foi cortesia do senhor General Piloto Aviador José Barriga Queiroga e também do amigo Abílio Ferreira Alves também Oficial Piloto da Força Aérea Portuguesa aos quais muito agradeço, envio um abraço e as minhas saudações Aeronáuticas. Esta informação tem por base os dados referidos no relatório do acidente.

“O acidente deu-se num treino de voo nocturno num avião T33 que embateu contra a Serra de Alvaiázere cerca das 23 horas do dia dezanove de Agosto de 1960. O António Amaral era 1º Cabo Aluno Piloto e era nesse voo seu Instrutor o Alferes Miliciano A J Nabais Conde também falecido”. Desconheço a data de alistamento na Aviação.

Como podemos verificar as datas da sua morte não são coincidentes no entanto esse facto não é relevante uma vez que o objectivo deste texto é apenas um esclarecimento a todos aqueles que porventura estejam interessados no aprofundamento do conhecimento dos nossos conterrâneos falecidos, pouco lembrados e que afinal fazem parte das Figuras da nossa Aldeia e da sua História não muito longínqua .

António Amaral  (1º  lado esquerdo)
1º  Lado esquerdo em pé


Confraternizando com amigo
       
Com amigo estudante




Faleceu muito jovem e não pode concretizar o seu grande sonho," Servir a Aviação Portuguesa", teria hoje setenta e seis anos. Jaz no cemitério desta Freguesia de Castelo Branco-Mogadouro

Esteja onde estiver, PAZ A SUA ALMA!



Isaías Cordeiro











Sem comentários:

Enviar um comentário